As Águas Lavam As Águas

​Eu sinto tanta falta dos seus abraços. De sentir o seu cheiro. De ouvir a sua voz ao meu ouvido. De escutar você dizer baixinho que estava cansado e me agradecendo pelo abraço. Você não faz ideia do quanto isso me faz falta. Ninguém nunca vai tomar o seu lugar em mim. Eu sou incapaz de entregar o seu espaço a qualquer outra pessoa.

O seu rosto angelical me faz querer ser uma pessoa melhor.

Os meus dias carecem do seu sorriso.

Eu pedi para as águas a sua risada novamente. 

Eu olhei para as águas e ouvi a sua risada novamente.

Eu fechei os olhos e senti as águas escorrerem pelo meu rosto.

E naquele instante as minhas águas lavaram todas as águas.

Você disse que tudo era diferente. Foi tudo tão diferente. Mas teve o mesmo final que as coisas iguais.

Não importa como as coisas começam, os finais serão sempre iguais.

As coisas boas acabam. As coisas ruins acabam.

Independentemente de você estar feliz ou triste, uma hora tudo acaba.

Mas, preferimos acreditar que conosco foi tudo diferente.

3 comentários em “As Águas Lavam As Águas

  1. Acho que não necessariamente acaba… Se pensarmos como “O Pequeno Príncipe”, não há jeito de que um amor ou uma pessoa querida tenha o seu fim. Quando vc diz: “Eu olhei para as águas e ouvi a sua risada novamente.” Lembrei do Aviador que disse que ao avistar as estrelas, ouvia a risada do principezinho, sentia sua presença e isso lhe causava uma paz de espírito, que o deixava feliz. Ah! Seria bom se nos contentássemos assim, tão simplesmente com uma percepção. ^^

    Eu sei, é difícil! Mas, a sábia raposinha de Saint Exupéry disse uma vez que o essencial é invisível aos olhos, pois só se vê bem com o coração. A companhia pode não ser mais presente, mas ela estará ali, a lhe assombrar ou a lhe fazer sorrir, a escolha é sua… A gente tem o poder de decidir como haveremos de nos sentir. =)

    Curtido por 1 pessoa

    1. Adorei como você explicou! Quando eu disse que tudo acaba eu me referi a morte, pois, teoricamente a morte acaba com quase tudo aqui na terra. Menos com os sentimentos. E, sim, nós que decidimos como iremos nos sentir diante tal acontecimento.
      Adoro te ver por aqui, você tem uma linha de pensamento muito parecida com a minha, excelente!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s